Dança dos Ursos - Evolução

Dança dos Ursos - Evolução

                                                                      << Back to Artists and Bears


Ana Canto



aumentar imagem / enlarge image



Português
No final dos anos 70 e princípios dos anos 80 iniciei-me como pintora de cerâmica na Galeria San Lucas, do pintor Júlio Amaro, em Portimão. Em 1986 tirei o meu primeiro curso, Olaria Tradicional, com o Mestre Fernando Rodrigues, em Lagoa, e de 1987 a 1989 um de Cerâmica no Instituto de Arte e Decoração, em Lisboa. Em 1988 participei num Workshop do Centro de Arte e Comunicação Visual. Em 1989 trabalhei como Oleira no Pátio Alfacinha, em Lisboa. Ganhei o Prémio Distrital no Concurso Nacional de Artesanato de 1992 e 1999. Fui convidada a participar na Exposição Colectiva da Inauguração do Centro Cultural de Lagos em 1992. Em 1996 apresentei uma exposição individual na FATACIL em Lagoa. Em 1998 participei numa Exposição Colectiva no Armazém Regimental, em Lagos.

Quando entrei neste projecto quis prestar uma mensagem silenciosa….em que a peça falasse por si. Que não seria preciso falar mas sim pensar! Inspirandome no jogo do Xadrez onde os participantes actuam em silencio movendo-se de diversas maneiras sobre o tabuleiro, como o palco da vida. O primeiro movimento é uma “acção”. O movimento seguinte é a “reacção”. O Preto e o Branco, a luz e a ausência dessa mesma luz. Algo que se passa todo os dias da nossa existência, trazendo um equilíbrio, que pressupõe um desequilíbrio. Os animais que represento são do Árctico e Antárctico. Todos os Oceanos se movimentam entre estes dois extremos. No meio destes movimentos encontramos o caminho da nossa Evolução.

English
At the end of the 70s and early 80s, I started as a painter of ceramics in San Lucas gallery, of the painter Julio Amaro, in Portimão. In 1986 I took my first course, traditional pottery, with the Master Fernando Rodrigues, in Lagoa, and from 1987 to 1989 one in Ceramic at the Institute of Art and Decoration in Lisbon. In 1988 participated in a Workshop of the Centre for Art and Visual Communication. In 1989 I worked as a potter in Patio Alfacinha in Lisbon. I won the District Prize at the National Crafts Competition in 1992 and 1999. I was invited to participate in the Collective Exhibition for the Inauguration of the Cultural Centre in Lagos in 1992. In 1996 I presented a solo exhibition at Fatacil in Lagoa. In 1998 I participated in a Collective Exhibition in Regimental Warehouse in Lagos.

When I entered this project I wanted to pass on a quiet message… where the piece spoke for itself. Where it would not be necessary to speak but to think! Getting my inspiration from chess where players act silently moving in diverse ways on the board, as in the stage of life. The first movement is an “action”. The following movement is a “reaction”. Black and White, light and the lack of it. Something that happens every day of our existence, bringing a balance, meaning the existence of an unbalance. The animals that I represented are from the Artic and the Antarctic. All of the Oceans move between these two extremes. In the middle of these movements we find the way to our Evolution.